Snowden: Ministério das Minas e Energia do Brasi foi espionado

A presidente Dilma Rousseff escreveu na manhã desta segunda-feira (7) em sua conta no Twitter que as denúncias de que o Ministério de Minas e Energia foi alvo de espionagem de agências de inteligência internacionais mostra que as ações de espionagem que têm o Brasil como alvo são motivadas por razões econômicas e estratégicas.

Neste domingo (6), reportagem do Fantástico mostrou documentos vazados por Edward Snonden, ex-analista da agência de inteligência norte-americana NSA, que indicam que o Canadá espionou o Ministério de Minas e Energia em conluio com a NSA americana . A reportagem teve acesso a uma apresentação da Agência Canadense de Segurança em Comunicação (CSEC, na sigla em inglês). Na mira do órgão estava a rede de comunicações da pasta – telefonemas, e-mails e uso da internet –, que, segundo o documento, foi mapeada em detalhes.

Em setembro o Fantástico já havia que a Agência Nacional de Segurança (NSA) tinha como alvo de espionagem a própria presidente Dilma Rousseff e assessores próximos e a Petrobras.

"A denúncia de que Ministério Minas e Energia foi alvo de espionagem confirma as razões econômicas e estratégicas por trás de tais atos", escreveu a presidente.


Em outro texto também publicado no Twitter nesta segunda, a presidente Dilma escreveu que "a espionagem atenta contra a soberania das nações e a privacidade das pessoas e das empresas".

A presidente afirmou ainda que determinou ao ministro de Minas e Energia, Edson Lobão, que reforce a segurança do sistema da pasta.

"Embora o Ministério tenha bom sistema proteção de dados, determinei ao ministro Lobão rigorosa avaliação e reforço da segurança desses sistemas", escreveu.

Fonte G1

facebook


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!