Sessão Especial de Cinema: 9 de Maio – Dia da Vitória

Sessão Especial de Cinema: 9 de Maio – Dia da Vitória

Sessão Especial de Cinema: 9 de Maio – Dia da Vitória

Para celebrar o final da 2ª. Guerra Mundial, a UMES-SP estará realizando, no Cine-Teatro Denoy de Oliveira, dia 9 de maio, uma sessão especial do filme “O Fascismo de Todos Os Dias”, do diretor Mikhail Romm.

 

Exibido no Brasil, pela primeira vez, na mostra “MOSFILM 90 ANOS”, realizada na Cinemateca Brasileira, em novembro de 2014, o filme foi aplaudido de pé pelos espectadores.

 

O MOSFILM, maior estúdio de cinema da Europa, e um dos mais antigos do mundo, licenciou “O Fascismo de Todos Os Dias”, para distribuição em DVD, no Brasil, pela CPC-UMES FILMES. É o próximo lançamento da série Cinema Soviético.

 

A Sessão Especial será no sábado, dia 9 de maio, às 19h. O Cine-Teatro Denoy de Oliveira fica na Rua Rui Barbosa 323, Bela Vista (Sede Central da UMES) – tel. 3289-7475.

 

O FASCISMO DE TODOS OS DIAS

Mikhail Romm (1965), URSS, 138 min.

 

Sinopse

Intercalando imagens do presente (1965) e material capturado do arquivo do Ministério de Propaganda do III Reich, da coleção pessoal de Hitler e fotografias apreendidas de soldados alemães da SS, Mikhail Romm, diretor e também narrador do filme, desenvolve uma aguda reflexão sobre a natureza do fascismo, enquanto reconstrói a trajetória de sua ascensão e queda. “O Fascismo de Todos os Dias” é de longe o mais profundo, criativo e impactante documentário realizado sobre o tema.

 

Direção e Argumento Original: Mikhail Romm (1901-71)

Mikhail Romm Ilich nasceu na cidade siberiana de Irkutsk, serviu no Exército Vermelho durante a Guerra Civil (1918-21), graduou-se em escultura pelo Instituto Artístico-Técnico de Moscou. Em 1931 ingressou no Mosfilm Estúdio, atuou como produtor e diretor. No Instituto Estatal de Cinematografia (VGIK), desde 1962, foi professor de proeminentes cineastas como Andrei Tarkovsky, Grigori Chukhrai, Gleb Panfilov, Elem Klimov. Realizou 18 longas, entre os quais “Bola de Sebo” (1934), “Treze” (1936), “Lenin em Outubro” (1937), “Lenin em 1918” (1939), “Sonho” (1941), “Garota nº. 217” (1945), “A Questão Russa” (1947), “Missão Secreta” (1950), “Nove Dias em Um Ano” (1962), “O Fascismo de Todos os Dias” (documentário,1965). Recebeu o Prêmio Stalin nos anos de 1941, 1946, 1948, 1949, 1951. De seu filme “Sonho”, disse o presidente Franklin Roosevelt: “é um dos maiores do mundo”.

 

Música Original: Alemdar Karamanov (1934-2007)

Considerado por Shostakovitch como “um dos compositores mais originais do nosso tempo”, Alemdar Sabitovich Karamanov nasceu em Simferopol, Ucrânia, estudou piano no Colégio de Música da Crimeia. Em 1953 transferiu-se para o Conservatório de Moscou. Criou 24 sinfonias (1954-83), três balés (1961-85), várias obras para orquestra e coro, as trilhas dos filmes "O Fascismo de Todos os Dias" (Mikhail Romm, 1965),  “Khorovod” (Vladimir Kuchinsky, 1994), entre outras. Karamanov foi membro da União dos Compositores da URSS e Artista do Povo da Ucrânia (1994).

 

facebook


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!