SENADO SE SUBMETE À CHANTAGEM DO GOVERNO E MANTÉM ARROCHO SOBRE ESTADOS E MUNICÍPIOS

Casa encerra sessão sem votar projeto sobre dívidas da União. Tudo para garantir bilhões para os banqueiros.

Projeto poria em vigor de imediato lei que beneficia estados e municípios contar “agiotagem” do governo.

O Senado encerrou a sessão desta terça-feira (31) sem votar o projeto que retira a necessidade de regulamentação para que comece a vigorar a lei que muda o indexador das dívidas de estados e municípios com a União.
A lei foi sancionada pela presidente Dilma Roussef, mas o governo não enviou ao Congresso o projeto que a regulamenta. O projeto em tramitação no Senado já passou pela Câmara. Se aprovado, estados e municípios seriam beneficiados de imediato porque passariam a pagar juros menores.
A decisão dos senadores atende ao interesse do governo federal, que temia o risco de que o projeto fosse aprovado, o que, nos cálculos do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, provocaria uma perda de R$ 3 bilhões em um momento de esforço fiscal para o reequilíbrio das contas públicas.

Com informações do G1

 

facebook


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!