Russia: sanções dos EUA podem voltar como bunerangue

O governo da disse nesta sexta-feira (7) que as sanções impostas pelos Estados Unidos contra Moscou devido à crise na Ucrânia iriam voltar como um bumerangue aos EUA, e pediu que Washington não prejudique os laços bilaterais.

Em uma conversa por telefone com o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, "alertou contra medidas precipitadas e imprudentes capazes de causar danos às relações russo-americanas, particularmente...sanções, que inevitavelmente atingiriam os Estados Unidos como um bumerangue", disse o Ministério das Relações Exteriores.

Gás
O presidente do monopólio de gás russo Gazprom, Alexei Miller, advertiu nesta sexta-feira (7) à Ucrânia que se o país não pagar sua dívida pelo gás russo, o consórcio pode cortar a provisão.

"Não podemos fornecer gás de graça. Ou a Ucrânia salda a dívida e atualiza os pagamentos, ou há o risco de voltar à situação do início de 2009", disse Miller a jornalistas russos.

Há cinco anos, a Rússia cortou a provisão de gás ao país vizinho, o que alterou notavelmente o bombeamento de combustível à Europa e provocou a chamada "guerra do gás" entre Moscou e Kiev.

facebook


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!