Renan Calheiros propõe o fim do Mercosul e Dilma aplaude

 

O presidente do Senado, Renan Calheiros, propôs ao governo dar fim ao Mercosul para permitir que o Brasil negocie livremente outros acordos comerciais. A proposta foi fruto de discussões de Renan com Joaquim Levy.

 

Em um documento apresentado ao ministro da Fazenda Joaquim Levy, Calheiros pediu o fim do Mercosul, para que o Brasil possa negociar acordos bilaterais e multilaterais sem depender do apoio dos demais membros do bloco.

 

Brasil e Uruguai anunciaram neste ano um entendimento para tentar flexibilizar o Mercosul e conseguir que cada membro do bloco possa negociar acordos comerciais com países terceiros sem que seja necessária a autorização de outros sócios do bloco.

 

Fundado em 1991, o Mercosul tem como membros plenos Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela.

 

A proposta de Renanl elaborada junto com o ministro da Fazenda, Jaoquim Levy, faz parte de uma ampla iniciativa chamada "Agenda Brasil", composta por projetos e medidas legislativas sugeridas pelo senador da base aliada para contribuir com o retorno do crescimento da economia, com a queda da inflação e com o aumento da segurança jurídica. A proposta foi muito bem recebida por Dilma Rousseff

 

Segundo Renan, na semana que vem será entregue um cronograma de votação para as iniciativas que tenham consenso.

facebook


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!