Mercadante assevera que Levy fica

     Após a reunião, o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, afirmou em entrevista coletiva que Levy, não deixará o governo. "Evidente que [Levy] fica. Ele tem compromisso com o Brasil, tem compromisso com esse projeto, sabe a importância do trabalho que ele tem para a sétima economia do mundo como ministro da Fazenda. Não foi tratado esse assunto, tratamos de coisas objetivas e de uma agenda construtiva", declarou. De acordo com Mercadante, não foi discutida a hipótese de saída de Levy na reunião. Segundo ele, o motivo da reunião foi o Orçamento de 2016.

     O mercado financeiro ficou apreensivo com informações de que Levy poderia deixar a equipe econômica, o que ajudou a elevar a cotação do dólar. Depois que o ministro da Fazenda cancelou viagem à Turquia, o dólar subiu com força e chegou a passar de R$ 3,80, embora tenha fechado estável.

     Após o envio da proposta do Orçamento, o ministro da Fazenda disse, durante evento no Congresso Nacional, que seria importante o governo tentar atingir a meta de superávit anunciada um mês antes, em julho, de 0,7% do PIB em 2016.

“A gente tem de tentar atingir 0,7% do PIB. Isso é absolutamente fundamental para trazer segurança para as famílias brasileiras (...) Responsabilidade fiscal não é tarefa fácil”, declarou Levy na ocasião, acrescentando que isso poderia implicar em mais receitas, com aumentos de tributos.

Fonte G1

facebook


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!