Levy arrocha e diz que está "afinado" com Dilma

O ministro da Fazenda do governo Dilma, Joaquim Levy, anunciou, em seu dicurso de posse, que vai cortar investimentos públicos, aumentar juros e elevar impostos. “Liberal”, ele afirmou estar apenas ecoando a presidente "até pela afinidade de pensamento".

facebook


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!