Justiça suspende sessão que analisaria cassação de Raad Massouh

Justiça suspende sessão que analisaria cassação de Raad Massouh
A solicitação de liminar foi para que o processo e a sessão fossem suspensos até que a análise do mérito do mandado de segurança seja feita pelo Conselho Especial do TJDFT

 


 

A sessão que analisará o futuro do deputado Raad Massouh (PPL), marcada paraesta quarta-feira (11/9), está sob risco de não se realizar. A defesa do distrital informou que conseguiu suspender temporariamente na Justiça o processo de cassação que corre contra o parlamentar na Câmara Legislativa do DF (CLDF). Isso quer dizer que a análise do caso no plenário está suspensa por força de decisão judicial.


 


Os advogados tinham dado entrada nessa segunda-feira (9/9) a um mandado de segurança com pedido de liminar no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT). Rodrigo Nazário, que defende Raad, informou que a liminar foi dada há pouco pelo desembargador Antoninho Lopes. O TJDFT ainda não confirmou todo o teor da decisão.

O pedido dos advogados foi para que Raad tivesse tratamento isonômico em relação a outros três parlamentares (Rôney Nemer, Aylton Gomes e Benedito Domingos) que têm processos de cassação contra si e tiveram o andamento suspenso no mês passado pela Mesa Diretora da Câmara.

A solicitação de liminar foi para que o processo e a sessão fossem suspensos até que a análise do mérito do mandado de segurança seja feita pelo Conselho Especial do TJDFT.

Raad Massouh é acusado de participação num suposto esquema de desvio de recursos de uma emenda parlamentar dele mesmo, no valor de R$ 100 mil, liberada no fim de 2010 para a Administração Regional de Sobradinho. O deputado nega tudo e diz que as acusações nã passam de uma armação de desafetos políticos

Fonte Correio Brazilienrse

 

facebook