Henrique Alves é vaiado por adiar votação da proposta dos royalties para Educação



Estudantes que estavam nas galerias da Câmara protestaram, com gritos e vaias, pelo adiamento para agosto da votação do projeto que destina 75% dos recursos dos royalties para Educação 

BRASÍLIA - Estudantes que estavam nas galerias da Câmara protestaram, com gritos e vaias, pelo adiamento para agosto da votação do projeto que destina 75% dos recursos dos royalties para Educação e mais 25% para a Saúde. O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), que estava comandando a sessão nesta terça-feira, se irritou com as vaias e exigiu respeito. Os protestos começaram depois que o relator do projeto, deputado André Figueiredo (PDT-CE), discursou para reclamar do adiamento. Figueiredo se disse “frustrado” e surpreso, apesar de o adiamento ter sido acertado em reunião de líderes mais cedo e ter sido amplamente anunciada.

Fonte: O Globo
Foto: Ailton de Freitas

facebook


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!