Exército sírio controla duas novas regiões de Qseir

Exército sírio controla duas novas regiões de Qseir

 

       
  
 

Damasco, 23 mai (Prensa Latina) O Exército Árabe Sírio conseguiu restabelecer a segurança hoje em duas novas regiões da cidade de Qseir, Masraet Al-Akari e Tal Al-Sar, como parte da ofensiva contra os grupos mercenários que tentam derrocar o governo.

Durante os combates foram mortos um número indeterminado de irregulares, além de terem sido destruídos refúgios e grandes quantidades de materiais bélicos, destacou a televisão estatal.

Equipes de especialistas desativaram dezenas de artefatos explosivos instalados pelos opositores em moradias e estradas do povoado localizado na central província de Homs e fronteiriço com o Líbano, para impedir o avanço das tropas, detalhou.

Nos últimos dias, as forças do governo impuseram golpes contundentes à chamada insurgência na estratégica região, por permitir o enlace entre a capital e a zona costeira do país.

As ações permitiram recuperar o controle sobre várias localidades de Qseir, nos dias anteriores, e manter o avanço sobre as partes ainda ocupadas pelos irregulares.

Em uma tentativa desesperada para evitar que os grupos opositores armados sejam derrotados, na quarta-feira o chefe da Coalizão Nacional das Forças da Revolução e da Oposição Síria, George Sabra, convocou os chamados rebeldes de todo o país a defender o povoado.

O líder da coalizão, que reúne vários grupos da oposição arraigados no exterior, pediu que os "batalhões da revolução" e o Exército Sírio Livre vão "salvar" Qsair e Homs.

Como demonstram numerosos relatórios e reportagens de meios de comunicação, dentro das filas de tais grupos combatem organizações de ideologia islâmica radical como a Frente Al-Nusra, filiada à rede Al Qeada, que reivindicou autoria dos mais fatais atentados terroristas nesta nação levantina nos últimos dois anos.

Além disso, as Forças Armadas combateram ontem grupos mercenários nos povoados de Akrab, Kisin, Al-Ghanto, Al-Mashyer Al-Yanubi, Beit Hayo, Al-Buaida Al-Sharkiya e Al-Rastan, na própria província de Homs.

Em Al-Dabaa e Aryun, os militares liquidaram um grupo opositor que cometia crimes e saques na estrada entre ambos os povoados e eliminaram dois veículos de artilharia, enquanto em vários bairros da capital provincial também golpearam irregulares, assinalou a fonte.

tgj/lr/es

Fonte Prensa Latina

 

facebook