Dilma enfia o país na recessão e ainda quer privatizar tudo

Dilma anunciou hoje (9) um novo pacote de provatizações em infraestrutura. O foco principal da queima de patrimônio é a malha ferroviária do país. Em seguida vêm as rodovias, portos e aeroportos. A Petrobrás também anunciou que, em seu plano de desinvestimento, vai leiloar blocos de petróleo no Pré-sal.

 

A ilusão do governo é que o capital privado, de preferência estrangeiro, e até mesmo do cartel que assaltou a Petrobrás, venha salvar o país do descalabro que ela provocou na economia do país. A negociata pretende fazer 150 leilões e o Planalto quer que todas comecem ainda na gestão atual. Os números apresentados na solenidade desta terça fazem parte dao marketing do governo que não tem nada a ver com a triste realidade do Brasil.

 

O modelo da primeira fase do PIL, que privilegiava concessões de portos e ferrovias pelo menor preço ao usuário, foi revisto. Agora, o governo vai cobrar das concessões o pagamento de outorgas, de forma semelhante ao que vinha sendo realizado nas concessões de aeroportos. Na prática, quem oferece o maior bônus pelo direito de explorar o serviço, tende a arrematar o projeto.

facebook


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!