DILMA DIZ QUE NÃO VAI ACABAR COM FATOR PREVIDENCIÁRIO

DILMA DIZ QUE NÃO VAI ACABAR COM FATOR PREVIDENCIÁRIO
 
Para a presidente a famigerada fórmula, criada pelos tucanos para arrochar os aposentados, é eficiente e deve ser mantida. Segundo ela, quem garantir que vai acabar com esse assalto - como Eduardo Campos fez - está fazendo demagogia.        
 
A presidente, que diz representar os trabalhadores, afirmou, no Rio Grande do Sul, nesta sexta-feira (22), que não pretende acabar com o fator previdenciário para o cálculo das aposentadorias se for reeleita. Dilma disse que quem promete o fim do fator previdenciário tem de informar como vai pagar a conta da Previdência Social. Os aposentados denunciam que esse mecanismo criado pelos tucanos é um verdadeiro assalto às suas aposentadorias.  
 
“Todo mundo, para ser presidente da República, tem a obrigação e a responsabilidade de explicar para a população que não está fazendo demagogia. Tem que explicar: se acabar (o fator previdenciário), como é que paga? Como é que fica a conta pública?”, questionou a presidente.
 
O fator previdenciário foi criado em 1999, durante o segundo mandato do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O mecanismo aumentou o tempo de contribuição para novas aposentadorias e tem sido criticada sistematicamente pelas centrais sindicais do país, porque pode ter impacto negativo de até 30% no valor das pensões. 
 
Em dezembro de 2013, o então candidato do PSB Eduardo Campos defendeu o fim do fator previdenciário e anunciou que iria incluir a proposta no seu programa de governo, argumentando que o impacto seria inferior a R$ 9 bilhões ao ano. 
facebook


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!