Dilma anuncia pacto pela melhoria do Transporte, Saúde e Educação

Dilma anuncia pacto pela melhoria do Transporte, Saúde e Educação

Veja o pronunciamento no vídeo acima

A presidente Dilma convocou ontem (21/06), em pronunciamento na TV, governadores, prefeitos, representantes do legislativo, entidades populares e sindicais para um amplo diálogo que estabeleça, nos próximos dias, um plano emergencial pela melhoria dos serviços públicos nas áreas de Transporte, Saúde e Educação.

Dilma antecipou algumas medidas que pretende incluir nesse pacto.

Sobre as manifestações, a presidente afirmou que garantirá o direito de todos criticarem tudo, mas que não pode aceitar que “uma minoria violenta e autoritária tente levar o caos aos nossos principais centros urbanos”. 

Como a melhoria dos serviços públicos implica em destinar mais dinheiro para o Transporte, Saúde e Educação, a UMES gostaria de dizer que se fossem retiradas algumas dezenas de bilhões de reais do superávit primário e do contingenciamento do orçamento federal, que o setor público gasta com pagamento de juros, cerca de R$ 120 bilhões por ano, os banqueiros poderiam chiar um pouco, mas a população iria ganhar muito. E, no momento, parece estar claro quem está mais necessitado desses recursos.

Registramos, abaixo, os principais trechos do pronunciamento de Dilma.

 

DEMOCRACIA

Minhas amigas e meus amigos, todos nós, brasileiras e brasileiros, estamos acompanhando, com muita atenção, as manifestações que ocorrem no país. 

Os manifestantes têm o direito e a liberdade de questionar e criticar tudo.

Mas precisam fazer isso de forma pacífica e ordeira.

O governo e sociedade não podem aceitar que uma minoria violenta e autoritária destrua o patrimônio público e privado, ataque templos, incendeie carros, apedreje ônibus e tente levar o caos aos nossos principais centros urbanos.

Com equilíbrio e serenidade, porém, com firmeza, vamos continuar garantindo o direito e a liberdade de todos. Asseguro a vocês: vamos manter a ordem.


MELHORAR TRANSPORTE, SAÚDE, EDUCAÇÃO

A mensagem direta das ruas é pacífica e democrática. Ela reivindica um combate sistemático à corrupção e ao desvio de recursos públicos. Todos me conhecem. Disso eu não abro mão.

Esta mensagem exige serviços públicos de mais qualidade. Ela quer escolas de qualidade; ela quer atendimento de saúde de qualidade; ela quer um transporte público melhor e a preço justo; ela quer mais segurança.

Irei conversar, nos próximos dias, com os chefes dos outros poderes para somarmos esforços. Vou convidar os governadores e os prefeitos das principais cidades do país para um grande pacto em torno da melhoria dos serviços públicos. O foco será: primeiro, a elaboração do Plano Nacional de Mobilidade Urbana, que privilegie o transporte coletivo. Segundo, a destinação de 100% do petróleo para a educação. Terceiro, trazer de imediato milhares de médicos do exterior para ampliar o atendimento do SUS.

 
DIÁLOGO

Anuncio que vou receber os líderes das manifestações pacíficas, os representantes das organizações de jovens, das entidades sindicais, dos movimentos de trabalhadores, das associações populares. Precisamos de suas contribuições, reflexões e experiências. De sua energia e criatividade, de sua aposta no futuro e de sua capacidade de questionar erros do passado e do presente.

 
PARTIDOS

Quero contribuir para a construção de uma ampla e profunda reforma política, que amplie a participação popular. É um equívoco achar que qualquer país possa prescindir de partidos e, sobretudo, do voto popular, base de qualquer processo democrático.

 

COPA

Em relação à Copa, quero esclarecer que o dinheiro do governo federal, gasto com as arenas, é fruto de financiamento que será devidamente pago pelas empresas e governos que estão explorando estes estádios. Jamais permitiria que esses recursos saíssem do orçamento público federal, prejudicando setores prioritários como a saúde e a educação.

O Brasil, único país que participou de todas as Copas, cinco vezes campeão mundial, sempre foi muito bem recebido em toda parte.

Precisamos dar aos nossos povos irmãos a mesma acolhida generosa que recebemos deles. Respeito, carinho e alegria. É assim que devemos tratar os nossos hóspedes. O futebol e o esporte são símbolos de paz e convivência pacifica entre os povos. O Brasil merece e vai fazer uma grande Copa.

facebook


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!