Crise nos EUA: Detroit faliu!

A cidade norte-americana de Detroit pediu proteção contra falência (a chamada recuperação judicial no Brasil, antiga concordata) nesta quinta-feira (18), no maior pedido municipal de "concordata" na história dos Estados Unidos, marcando um novo revés para a cidade que foi o coração da indústria automotiva do país.

Em uma carta acompanhando o pedido à Justiça, o governador de Michigan, Rick Snyder, disse que aprovou o pedido do gestor de emergência de Detroit Kevyn Orr de proteção contra falência, afirmando que "é claro que a emergência financeira de Detroit não pode ser resolvida fora de uma concordata, e que essa é a única alternativa razoável disponível".

Snyder, um republicano, apontou Orr em março para lidar com o espiral de dívidas de longo prazo da cidade, que são estimadas em US$ 18,5 bilhões.

Antiga força da produção de veículos dos EUA, Detroit viu sua população cair para 700 mil pessoas, de 1,8 milhão de habitantes em 1950. O governo municipal tem sido envolvido em casos de corrupção por anos.

Em junho, Orr apresentou uma proposta aos credores para que Detroit pagasse centavos de dólar por cada US$ 1 de dívida. O plano encontrou resistência de alguns credores, principalmente dos dois fundos de pensão de Detroit, que recentemente iniciaram ações judiciais questionando a autoridade de Snyder de autorizar o pedido de concordata pelo gestor de emergência.

Fonte: Folha

Foto Paulo Sanoya/AP

 

 

 

facebook


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!