Contra leilão de Libra, movimentos sociais ocupam a frente da Petrobrás

 

Ativistas de movimentos sociais e sindicais iniciaram nesta terça-feira (24) um acampamento em frente ao edifício sede da Petrobrás (Edise), no Centro do Rio. O ato é para impedir o 1º Leilão do Pré-sal, notadamente o campo de Libra. A seguir, assista a matéria da TV Petroleira sobre o início do Ocupa Petrobrás.

 

Os manifestantes pretendem permanecer acampados até que a presidente Dilma Rousseff reverta o leilão que compromete o presente e futuro do povo brasileiro.

 

 

 

As diversas lideranças que discursaram em frente ao Edise foram unânimes quanto ao erro estratégico do Brasil de entregar o campo de Libra, com estimativas de se chegar a 15 bilhões de barris (ou mais) em reservas.

 

Como o Brasil já detém reservas de 15 bilhões de barris, sem contar o Pré-sal, o 1º Leilão do Pré-sal é como que se entregasse uma vida inteira (60 anos) de trabalho da Petrobrás no setor petróleo, que possibilitou as nossas atuais reservas.

 

 

 

Assim, as lideranças destacaram que este leilão será o maior da história, pois leiloará cerca de 15 bilhões de barris 100% garantidos, sem risco nenhum para os consórcios.

O acampamento é formado por representantes das organizações que integram a campanha o Petróleo Tem que Ser Nosso, entre as quais o Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ), MST, Frente Internacionalista dos Sem Teto (FIST), entidades estudantis, Movimento Ocupa Cabral e dezenas de outras.

 

 

No dia 3 de outubro, quando a Petrobrás completará 60 anos, haverá um ato-show na Praça XV, contra a entrega das riquezas do subsolo brasileiro e o desmonte progressivo da empresa-símbolo do desenvolvimento nacional e da capacidade de luta e de resistência dos brasileiros. Dentre os que já manifestaram seu apoio a essa campanha estão os sambistas Beth Carvalho e Noca da Portela, Marcelo Yuka e o ator Paulo Betti.

 

Fonte Aepet 

 

 

facebook


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!