Carta da Federação Geral dos Sindicatos na República Árabe Síria a todos os trabalhadores e povos do mundo!

Carta da Federação Geral dos Sindicatos na República Árabe Síria a todos os trabalhadores e povos do mundo!

 

Para sair do envolvimento imoral provocado pelo seu apoio financeiro às gangues terroristas armadas, tanto na mídia como através de vários tipos de armas letais, os Estados Unidos - junto com seus aliados, a exemplo da França colonial, e em conluio com seus capachos na região do Oriente Médio, como com as monarquias árabes e a Turquia - decidiu lançar uma guerra de agressão contra a Síria.

O motivo é que a Síria sempre tem estado na linha de frente dos movimentos árabes de libertação, no Movimento Nacional de Resistência nacionalista anticolonial e anti-imperialista e contra o racismo sionista. As potências imperialistas fazem tudo isso sob o pretexto do uso de armas químicas, que, com inequívoca evidência, foram usadas por essas gangues terroristas contra cidadãos sírios inocentes e contra as bravas forças armadas sírias.

Esses círculos agressivos combinados trabalham em comum acordo para confundir a opinião pública, através de diversas mentiras e armações em torno dessa questão. Foi provado através de conclusões inequívocas da Comissão Internacional de Inquérito que essas gangues criminosas usaram esse tipo de arma contra cidadãos desarmados e pessoas inocentes e o exército sírio. Já não é mais segredo que os campos de treinamento para essas gangues, localizados tanto na Turquia quanto na Jordânia, têm sido usados como locais de treino para o uso destas armas proibidas sob a supervisão e cuidados de agências de inteligência dos EUA, da Inglaterra, França, Arábia Saudita, Qatar e Turquia. São ações abertamente financiadas pelas famílias que estão no poder na Arábia Saudita e no Qatar. Essas famílias mergulham no atraso e na hostilidade a tudo que é civilizado e progressista.

A classe trabalhadora e os sindicatos organizados da Síria, em especial sua Federação de Sindicatos, conclamam a todos os apoiadores da liberdade, progresso e paz no mundo a anunciar sua solidariedade com a Síria, que resiste e defende sua dignidade, liberdade e os direitos do seu povo e sua nação. Saudamos as atitudes dos governos éticos e humanitários no mundo que se posicionam ao nosso lado, especialmente os povos e governos da Rússia, China e demais países dos BRICS, países da Ásia, América Latina, África e Europa. Esses países têm confirmado, de forma categórica, sua rejeição a todas as formas de intervenção imperialista reacionária nas questões internas do povo e em particular do povo árabe sírio. Os trabalhadores e sindicalistas da Síria apelam a todas as organizações nacionais e de trabalhadores, entidades regionais e globais a confirmarem sua solidariedade com os direitos legítimos do povo da Síria em sua soberania e na busca de uma vida decente e ainda na defesa de suas conquistas alcançadas na Síria através da luta de libertação nacional.

Viva a solidariedade militante entre os trabalhadores do mundo

Damasco, 01/09/2013

Federação Geral dos Sindicatos na República Árabe Síria

 

Fonte CGTB

 

facebook