"Acusação" contra Alfredo Nascimento é arquivada por falta de provas

"Acusação" contra Alfredo Nascimento é arquivada por falta de provas

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, concluiu não haver provas contra o senador e ex-ministro Alfredo Nascimento (PR-AM), acusado de comandar um esquema de corrupção no Ministério dos Transportes.

As denúncias motivaram o afastamento da cúpula do PR do comando do ministério há dois anos e deflagraram a “faxina ministerial” no primeiro ano do governo Dilma Rousseff.

“A faxina não tem essa coisa de limite. O limite é mudar o Ministério dos Transportes. É transformar o Ministério dos Transportes naquilo que é o seu próprio papel: a base da infraestrutura do país”, disse a presidente à época , logo  após a demissão de Nascimento no fim de julho de 2011.

Recentemente, em abril – e três meses antes do parecer de Gurgel, ou seja, quando ainda pesavam as acusações sobre Nascimento – Dilma restituiu o comando da pasta à cúpula do PR. A presidente nomeou o ex-senador César Borges para o cargo de ministro, mediante indicação de Nascimento e Costa Neto.

 

 

facebook


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!