A UM PASSO DA ETERNIDADE


A UM PASSO DA ETERNIDADE
Fred Zinnemann (1953), com Burt Lancaster, Deborah Kerr, Montgomery Clift, Donna Reed, Frank Sinatra, Ernest Borgnine, EUA, 118 min.

Sinopse
Na base militar de Schofield, Havaí, vidas que se consomem em tramas paralelas de paixões conflituosas, traição, amizade e abuso de poder são bruscamente transformadas pelo raide japonês contra Pearl Harbour. Estamos em 7 de dezembro de 1941. O ataque ao quartel-general da frota do Pacífico define a entrada dos EUA na 2a. Guerra Mundial.
"A Um Passo da Eternidade" foi vencedor de oito prêmios Oscar, incluindo os de Melhor Diretor e Melhor Filme.

Direção: Fred Zinnemann (1907-97)
Diretor dos clássicos “Matar ou Morrer” (1952) e “A Um Passo da Eternidade” (1953), Zinnemann nasceu em Viena, trabalhou na Alemanha ao lado de outros iniciantes como Billy Wilder e Robert Siodmak. Mudou-se para Hollywood em dezembro de 1934. Dirigiu 20 curtas e 24 longas, entre os quais “A Sétima Cruz” (1946), “The Search” (1948), “O Velho e o Mar” (1958), “O Homem que Não Vendeu Sua Alma” (1966), “O Dia do Chacal” (1973), “Júlia” (1977).

Argumento Original: James Jones (1921-77)
Ramon James Jones nasceu em Robinson, Illinois. Em 1939 alistou-se no Exército. Testemunhou o ataque a Pearl Harbor, que levou ao seu primeiro romance publicado, “From Here To Eternity" (1951), adaptado para o cinema por Fred Zinnemann, em 1953, mais tarde transformado em série de TV.  Sua experiência de guerra também inspirou  outras obras levadas às telas por Hollywood: “Some Came Running" (Vincent Minelli, 1958) e “The Thin Red Line” (Andrew Marton, 1964. Terence Malik, 1998).

Música Original: George Duning (1908-2000)
O músico e compositor George During estudou no Conservatório Musical de Cincinnati. Tocou trompete e piano na banda Kay Kyser. Foi maestro e arranjador da American Forces Network. Em 1946 assinou contrato com a Columbia Pictures. CompÃ?s as trilhas de mais de 300 filmes e produções para televisão, entre as quais episódios da série "Jornada nas Estrelas" (1968-69). Recebeu cinco indicações para o Oscar, as músicas de
“A Um Passo da Eternidade” (Fred Zinnemann, 1953) e "Picnic" (Joshua Logan, 1955) estão entre elas.

facebook


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!