xx

25/10/2013 00:00

Independentemente de onde vivam os verdadeiros revolucionários – São Paulo, Berlim, Havana,

Nova Iorque, Moscou ou Pequim – eles chegarão à mesma posição, independentemente uns

dos outros, em todas as questões decisivas da luta de classes.

facebook