Em defesa da independência dos poderes, Centrais se solidarizam com presidente da Câmara

23/12/2012 11:05

 

 


A independência entre os poderes sempre foi um dos pilares da construção republicana, tendo sido reafirmada inclusive como preceito constitucional basilar.

O fato de que um dos poderes venha a se sobrepor aos demais não é algo sadio, que alimente a democracia. Pelo contrário, a asfixia e limita.

Diante dos recentes acontecimentos, nos solidarizamos com os presidentes da Câmara e do Senado, Marco Maia e José Sarney, que reiteraram a defesa da independência do parlamento brasileiro, "contra a judicialização da política e a politização da Justiça".

Compreendemos que a crise ora instaurada em nada contribui para um ambiente de tranquilidade, fundamental para a continuidade do processo de consolidação democrática e de inclusão social.

Como aponta nossa experiência, a classe trabalhadora só tem a perder em ambientes de crise, onde se desrespeitam acordos, se rompem contratos e atropelam direitos.

Frente à complexidade e à gravidade do momento, as Centrais Sindicais abaixo assinadas reafirmam o seu compromisso com a democracia, manifestando a sua mais irrestrita solidariedade à posição soberana do presidente da Câmara, deputado Marco Maia.

Central Única dos Trabalhadores – CUT
Central Geral dos Trabalhadores do Brasil - CGTB
Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB
Força Sindical
Nova Central Sindical de Trabalhadores - NCST

Fonte CGTB

 

 

facebook